Retratos da Pandemia

Retratos da Pandemia

Gilberto de Souza Vianna, Pedro H. Villas Bôas Castelo Branco, Lier Pires Ferreira - Freitas Bastos

SINOPSE

O triênio 2020/2022 entrará para a história. O que parecia uma mera crise viral em Wuhan, até então uma desconhecida província chinesa, assumiu dimensões fúnebres. Em pouco tempo, a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, identificada em dezembro de 2019, se alastrou pelo mundo e causou milhões de mortes. As primeiras semanas foram marcadas pela perplexidade. Em meio à busca por informações seguras, todos procuraram entender o que acontecia e encontrar meios de proteção. A partir da experiência chinesa, autoridades científicas do mundo inteiro recomendaram medidas de isolamento social, higienização constante das mãos e uso de máscaras de proteção facial. Ao mesmo tempo, grandes laboratórios iniciaram uma corrida desenfreada por uma vacina, movimentando todos os recursos humanos e materiais disponíveis. No Brasil, a Covid-19 foi detectada pela primeira vez no dia 26/2/2020, aproximadamente dois meses após suas primeiras manifestações em território chinês. Ao contrário da maior parte das autoridades de todo o planeta, porém, o governo federal brasileiro subestimou o perigo e logo revelou sua incapacidade de gerir a crise ao permitir a rápida disseminação do vírus em todo país. Em poucas semanas a doença atingiu diferentes estados com escalas crescentes. Mediante a propagação de ideias e dicotomias falsas, como a contraposição da vida à economia, o governo federal boicotou o isolamento social, adotou política negacionista de "imunidade de rebanho" sem fundamento científico e concorreu decisivamente para vitimar centenas de milhares de brasileiros. Durante o sombrio contexto envolto ao espectro da desumanidade, falta de empatia e das ações criminosas que ronda o Palácio do Planalto, Retratos da Pandemia expõe um mosaico do momento histórico, com o aporte de profissionais de diversas áreas que se dedicaram a pensar a pandemia e seus efeitos. O livro se traduz em um esforço coletivo no afã de contribuir com imagens e "retratos" da maior tragédia sanitária global desde a eclosão da "gripe espanhola" no alvorecer do século XX.

290 páginas

ler amostra agora Adicionar a lista de desejos

Você também pode gostar :)

Os títulos que podem te interessar, de acordo com suas escolhas recentes.